Venha seguir a Poesia

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Mystery of the moon, fire of the sun.



O teu calor queima, marca minha pele.
Olhos vermelhos, doce beijo.
Sentimentos a tona, como um banho de éter.
Entorpece minha alma.
Me enlouquece.
Minha lua , meu sol.
Simples momento, doce desejo.
A brisa leva meu devaneio.
Me traz a tona toda a dor.
De um dia que foi amor.
Seja isso ou seja o que for.
Quero teu torpor
Em meu corpo seu calor.
Meu sol, minha lua.

FIM
ADR
03/05/2017





quarta-feira, 26 de abril de 2017

Escuridão.....
Resultado de imagem para escuridãoChove lá fora.
Tempo cinza, nebuloso.
Ar pesado, os pulmões sofrem.
A depressão esta nas paredes mofadas do quarto.
E o visgo do perdão escorre pelos lençóis.
Lagrimas de sangue vertente saem dos olhos cansados.
A insônia torna os pesadelos frequentes.
Dentro de uma mente demente, nasce sempre uma semente.
Que floresce uma coroa de espinhos.
Farpas do seu caminho, que estão na encruzilhada dos seus desejos.
Puro lampejos de um coração sedento.
Que ficara mais uma vez ao relento.
Esperando ser cremado e as cinzas jogadas ao vento.
FIM
26/04/17
ADR



domingo, 31 de julho de 2016

O PUNK NUNCA MORREU....

O ódio tomou conta do meu coração.
A exploração verteu lagrimas de sangue.
Chega ,chega !!!!
Engravatados com seus esquadros e compassos.
Tentam desenhar e planejar nosso futuro.
Que sempre acaba sendo sombrio.
Que maldita gente, distorce tudo a seu favor.
Os planos diabólicos matam e oprimem.
Milhões e milhões de seres humanos.
Que acham que vivem, mas são apenas vegetais.
Esperando para serem colhidos e devorados.
Pelo sistema, por este organismo triturador de pessoas.
Fantasmas dentro da sociedade, que preambulam nossos epitáfios.
Guardem as armas, lutar é insano.
Só mais um engano plantado em nossas mentes.
Que aos poucos nos tornam dementes.

FIM
ADR
31/07/2016


terça-feira, 29 de março de 2016

                                                                               
                                                               
VAZIO.....

Janela vazia.
A sombra espreita minha alma.
Escurece meu caminho.
A escuridão paira no ar em busca de almas perdidas.
Toma conta de tudo.
O que antes era ausente, agora é vazio.
Ausente de luz.
Escuro sombrio.
Alma perdida vagando pelo ar.
Em busca do amor .
Aquele que lhe foi roubado.
Esculpido na pedra.
Esquecido pelo tempo.
Enfeitando alguma estante.
Distante estou do bem.
Distante estou do mal.
Onde estou?
Não sei, não me importo.
O umbral é a porta de almas perdidas.
E nem la me encaixo.
Dor terrível.
Falta de amor.
Ausência da dor.
Silencio.
Úmido e escuro .
É minha cova, meu caixão.
Doce podridão.
Sou eu em minha solidão.
Putrefando pela eternidade.
Sou eu e mais nada.
Apenas eu....

FIM
ADR 29/03/16



quarta-feira, 21 de outubro de 2015

THE BOMB MAN ....



O que era amor ,agora só é dor.
Explosões não são explicações.
Mas destroem corações.
O que deve ser solução.
Se torna problema sem explicação.
A vida corre desfreada como carro desgovernado.
Rumo ao destino ,parada única.
Ultima estação.
Fumaça escurece a visão.
Entorpece e nos deixa na ilusão.
O fim chegou.
Ajoelhado orando.
As lagrimas se tornam rios.
E o perdão é frio.
Como a lamina da navalha do carrasco.
Que corre pelo meu pescoço.
A morte chegou.
O tic tac cessou.
O amor o vento levou junto com a poeira da sua destruição.
 
FIM
ADR
29/09/15



FINAL...


Você alimenta seus medos.
Tem depois pavor de enfrenta los.
Corre em desespero.
Agora é tarde.
Muito tarde.
Tarde demais.
Rumo ao fim.
Caminhando lentamente.
Gota a gota.
É o seu fim de repente.
Adeus.........

FIM
ADR
15/11/2014


domingo, 14 de junho de 2015

MINHA FÉ.....
Os acordes ecoam em meus ouvidos.
As silabas destroem meu coração.
Corre ventania pós-furacão e leva o que restou.
Do meu amor então.
Mas tudo não passa de ilusão.
Magico de Oz engana-me mais um pouco.
Deixando-me louco.
Torturando-me durante dias.
Num caminho sem volta.
Escuro ao meu redor.
Aves de rapina secam minha carcaça.
Que esta estirada em plena praça.
Preciso de você minha salvação.
Meu anjo reluzente.
Traga luz de novo a esse doente.
Tire-me das trevas e me leve de volta aos teus braços.
Pois de lá nunca deveria ter saído.
Salve esse anjo caído.....

Fim
ADR
14/06/2015




segunda-feira, 10 de novembro de 2014

PERDIDO.


As vezes ando perdido.
A procura de respostas.
Que nunca são encontradas.
A boca muda expressa o que os olhos cegos não veem.
Como carro sem freio
Vagando por ruas escuras.
A procura da luz.
Noites e noites a fio.
Como aqueles marinheiros a deriva.
Nas tormentas sofridas em alto mar.
Navio desgovernado.
A vida sempre é um desafio.
O que esta escondido.
Sempre será reprimido.
Detestado e odiado.
Como o diabo.
Mesmo que ele nunca ande do teu lado.
Estenda a mão a mim.
Não me deixe cair.
Nesse abismo sem fim....

FIM
ADR
10/11/2014



segunda-feira, 27 de outubro de 2014

DERROTA....



Dor moribunda.
As veias entupidas de tristeza.
Coração vazio.
Ausência de sentimentos.
Como dói o momento da despedida.
Doce tormento.
Amargo fel da partida.
Caminhando rumo as trevas.
A escuridão me norteia.
Deixa meus passos mais pesados.
Duro o fardo.
O ar me falta, esta rarefeito.
Agora me deito.
E deixo o tempo passar.
Sobrevoar meu corpo.
Que aos poucos se decompõe.
Na terra macia que acaricia minha face.
E o que me resta.
Os vermes que devoraram minha alma.
Fim
ADR

27/10/2014

domingo, 12 de outubro de 2014

LUGAR ALGUM......



Em um lugar esquecido.
Frio e escuro.
As vezes desconhecido.
Outras nosso conhecido.
Somente o som de minha voz ecoa nas paredes frias.
Como a lapide do meu tumulo.
Triste e solitário.
O que foi perdido, nunca será achado.
Não é ser demasiado.
Eh apenas como fumaça de um baseado.
Entorpecente.
Enlouquecedor.
Deprimente.
Triste e ausente.
Somos quando só estamos.
E nada mais nos resta.
Somente lagrimas secas.
De um passado de outrora.
Que nada mais nos ortoga.
Além de um sentimento de vazio.
Nesse coração sombrio.....

ADR
12/10/2014



quarta-feira, 27 de agosto de 2014

                                                                         TRISTEZA!!!

Tudo pálido.
Parado inerte.
O céu acinzentado.
A escuridão do meu lado.
Para onde ir.
Sem saída.
Perdido no espaço.
Vagando a deriva.
Palavras ao vento.
Coração frio.
Sentimentos tépidos.
O tempo, já passou.
Já foi, não deixou recado.
Só marcas por toda eternidade.
Que sempre serão lembradas a cada maternidade.
Acabou a fraternidade.
Só sobrou a desilusão.
Solidão e mais nada.
Fim
ADR
27/08/2014



segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Musica Urbana...




Hoje acordado sem sono.
Ouvindo pessoas falar sob a janela do quarto.
Sonhos perdidos pela insônia.
Agora neste minuto presente.
As pessoas para mim são musica.
Quando as escuto sei qual canção será cantada.
Doce madrugada.
Me traga o sono sóbrio.
Dos dignos.
Da sua benevolência sonora.
Doce aurora.
FIM
ADR
29/05/2014


PALESTINA !!!!



Às vezes mudo.
Sem sentimento.
Cético a tudo.
Tudo não passa de absurdo.
Desligo-me, me distraio.
Tento esquecer.
Mas como?
Se o mundo tenta me enlouquecer.
Doideira desvairada.
Que corre pelo ar.
Infiltra em nossos pulmões.
Apodrece nossos corações.
E como uma medusa petrifica sentimentos.
Carne podre, pura putrefação.
De sentimentos, de momentos.
Esquecidos apagados pela história.
Apenas mais uma banalidade, narrada por algum jornalista.
De alguma emissora sensacionalista.
Esta é a verdade.
Está é a nossa realidade.
Fim
ADR 20/07/2014


REVOLUCIONÁRIO.....



O ódio preencheu o vazio.
Deixado por você.
O calor se tornou frio.
Congelou sentimentos.
Apodreceu meus dias.
Oh revolta!!!
De tudo que esta a minha volta.
Sentimento dilacera meu coração.
Petrifica os meus olhos.
Para nunca , nunca mais te ver.
Maldita GUERRA......
FIM
ADR

22/07/2014

domingo, 16 de fevereiro de 2014

PERDIDA EM PENSAMENTOS.....


Olhar longínquo.
Sorriso maroto.
Anos passaram.
Sempre será aquela criança correndo pela praia.
De cabelos soltos ao vento.
Desenhando corações na areia.
Sempre apaixonada pela vida.
O destino é um instante para quem sabe viver.
O eterno é sempre o momento passado.
Que sempre será relembrado.
Doces lembranças.
Que nunca serão apagadas.
Como pegadas deixadas em rocha.
Esculpidas pelo tempo.
O mesmo que sempre foi gentil.
E nunca será senil.....
Viva a vida...
Que sempre a viverei bem resolvida....

FIM
ADR
01/08/2013
23:06



ULTIMO SUSPIRO..


Se hoje fosse o ultimo dia de nossas vidas.
Seria o morto mais feliz.
Vivi a teu lado.
Bons momentos
Lindos sentimentos.
Tudo é arrelia.
Mesmo que morra em alegria.
Quando as lembranças são boas.
Tudo vale a pena.
Sempre.
Te amarei.
Por toda a eternidade.
Até o infinito parece pouco.
Neste amor louco.
FIM
ADR
06/01/2013


sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

VOZ VORAZ.....





O tempo passou, nem percebi.
Décadas, anos a fio.
Queimando como um cigarro aceso .
Que quanto mais consumimos,mais viciados ficamos.
E a doce fumaça é da lembrança de um dia poder ter ouvido sua voz.
Que deixou meu coraçao voraz.
Isto que tua voz me faz.
Uum louco incapaz de se mexer.
Petrificado pelo prazer de te ouvir.
Ohhhhh coraçao nunca fique surdo.
Deixe esta voz te invadir.

ADR


segunda-feira, 10 de junho de 2013

PEQUENO SUSPIRO DE DEUS....



Alegria dos entes queridos.
Milagre da vida.
Pedido divino.
Da esperança de dias melhores.
Num sorriso seu então.
A luz guia  a clarear o caminho dos perdidos de fé.
Para vida eterna.
Motivação divina.
Filha querida.
Fim
ADR

05/06/2013

AMOR DESERTO....


Caminhos distintos.
Passos longínquos.
Calor escaldante.
Pés machucados , por tanto andar.
Procura intensa.
Pelo doce paladar.
De teus beijos.
Meu doce sonhar.
Um desejo a se realizar.
Sempre.
Por toda eternidade.
você será minha realidade.

FIM
ADR

31/05/2013

EPIFANIA....




A distancia é triste.
A espera um inferno.
Estar longe beira a loucura.
E de repente uma epifania  se desencadeia.
E perto de ti devo estar.
Meu coração deve pulsar.
E para isto precisa do seu perto ao meu.
Corro ao seu encontro.
Morro se desencontro.
Preciso sempre de ti.
Minha necessidade de vida.
É estar junto a você.
FIM
ADR

31/05/2013

domingo, 19 de maio de 2013

FOBIA.....



Clima quente.
Ar seco.
Pensamentos vagos.
Coração dilacerado.
Olhar perdido.
Tudo que era reprimido.
Agora aflora na pele suada.
Batimentos acelerados.
A espera de você.
Sempre.
Sempre.
FIM
ADR
18/05/2013

My WAY....




Quem sou eu?
Ninguém.
Só um cara que ama.
Que chora.
Que adora.
Este sou eu.
Um emaranhado de pessoas numa só.
Um turbilhão de sentimentos.
Pronto para explodir.
Assim que te ver sorrir.

FIM
ADR
17/05/2013